terça-feira, 11 de dezembro de 2018

CORRIDAS - DESTAQUES EM 2018

E aí, Corredor?!

Depois de um ano sabático no Blog, sem realizar postagens, estamos de volta e por que o final de ano merece ser lembrado para nós corredores pelas grandes mudanças ocorridas e pelos grandes feitos que aconteceram em provas ocorridas mundo afora.

Tem sido um ano intenso, cheio de acontecimentos e quebra de recordes. Reuni alguns que acho que merecem destaque, mas quem souber de outros, pode comentar. Vamos lá!

O maior deles, sem dúvida, foi a quebra do recorde da Maratona. O feito foi do queniano Eliud Kipchoge, atual campeão olímpico da modalidade. Ele terminou a prova em 2h01min39s, mais de um minuto a menos que o antigo recorde, de 2014, do compatriota Dennis Kimetto, que fez os 42,195k em 2h02min57s. Vale lembrar que no Breaking2 da Nike, o queniano fez a distância em 2h00min52s.

Mas as surpresas das corridas no ano começaram logo no início do ano. Em Boston, a histórica Maratona foi vencida por um atleta amador. Tudo bem que o japonês Yuki Kawauchi já é um velho conhecido dos experts em corrida, registrando marcas comparáveis aos melhores fundistas africanos, mas ele não se dedica exclusivamente ao esporte. Kawauchi cumpre diariamente uma rotina de trabalho em uma escola pública na cidade de Saitama, no Japão. 

Em San Diego, na Califórnia, uma garota de 10 anos foi  vencedora da prova de 5k que aconteceu dentro da Rock`n Roll San Diego Marathon. Arielle Avina venceu a disputa, que contava também com competidores adultos, com o tempo de 19min17s, 11 segundos mais rápida que Anya Shapkina, de 25 anos, segunda a cruzar a linha de chegada.

A Maratona de Nova York continua reunindo números impressionantes. A prova reuniu cerca de 50 mil corredores de quase 150 nacionalidades.

O estudante norte americano Zach Prescott quebrou o recorde da milha, fazendo os 1,6k em 4min43s. Detalhe: ele fez o percurso fazendo malabarismos com 3 bolas. O antigo recorde para essa corrida incomum era de 1986, 0,6s mais lento que o feito de Prescott.

Em maio, o alemão Hendrik Pfeiffer também bateu um recorde diferente. Correu uma meia maratona de terno em 1h12min47s. E foi também de terno que a norueguesa Karoline Skatteboe entrou para o seleto grupo de recordistas fazendo os pouco mais de 21k da Providence Rhode Races em 1h29min14s.

Fontes: Revista O2 e Wikipédia

Um comentário:

Anamika Kamboj disse...

thanks for sharing such a wonderful blogpost. it give lots of information.
Book online bus tickets from Redbus