sábado, 26 de janeiro de 2013

CORRIDA DE REIS 2013 RECEBE 12 MIL ATLETAS

Corrida de Reis 2013 em Brasília. Uma festa com
12 mil corredores no Eixo Monumental
E aí, Corredor?!

Foi uma festa! A Corrida de Reis deste ano, em Brasília, reuniu cerca de 12 mil pessoas (segundo a organização) na molhada noite deste sábado, 26 de janeiro. Tinha atleta de todo o Brasil e inclusive estrangeiros - no caso, os africanos, papa títulos nas corridas do país.

Não parecia que a festa seria tão grandiosa. Mas novamente a prova confirma sua popularidade, lotando o Eixo Monumental com corredores e público, que, mesmo com uma chuva insistente que caia sobre a cidade, não arredou pé e prestigiou o evento.

O legal da Corrida de Reis é que é uma prova que reúne tanto a galera que só curte provas mais em conta quanto a turma que só vai em provas mais elitistas, como Adidas e outras mais caras. Era muita, mas muita gente reunida para correr. E, mesmo com a chuva que caiu sobre a cidade o dia inteiro e que deu uma trégua justamente na hora da corrida, prestigiou em massa o evento, provando que chuva não assusta corredor.

Retirada dos kits - a retirada dos kits da prova aconteceu no dia 24 e 25 de janeiro e, para pegar, o atleta teria que deixar 5 kg de alimentos não perecíveis na entrada. Não pegava o kit quem não levasse por que era necessário o carimbo na declaração do atleta. A entrega foi tranquila, realizada num espaço amplo. Mesmo com tantos corredores e por a inscrição quase ser gratuita (5 kg de alimento), nenhum problema para pegar o kit.

O kit - o kit era composto de squeeze, camisa e  malha tecnológica e um boné, o padrão de todas as Corridas de Reis. Além disso, o atleta levava o chip, descartável, e o número que iria correr. 

A multidão de corredores
A prova - A largada da prova aconteceu às 19h de Brasília. Primeiro largaram os cadeirantes e as pessoas com deficiência, depois a elite e finalmente os atletas amadores, ou seja, a massa. Os corredores inscritos nos 10 km largaram primeiro e depois foi a vez dos inscritos nos 6 km, novidade da prova.

O percurso foi todo feito no Eixo Monumental, como nos anos anteriores. Largada na altura do estádio Mané Garrincha e Centro de Convenções. Daí, subida para pegar o retorno próximo ao Palácio do Buriti, sede do governo local. Aí, descemos até a pista das bandeiras, retorno em frente ao Congresso Nacional, na Esplanada dos Ministérios, para os 10k. Depois, subida até chegarmos ao estacionamento do Ginásio Nilson Nelson, onde estava a chegada. Para a turma dos 6k, a volta era antes da rodoviária local.

Como a galera dos 6k largou depois, nós, dos 10k, acabamos encontrando essa turma no retorno, o que tornou a prova meio complicada, apesar do bom espaço reservado para corrermos. Muita gente andando atrapalhou, até a reta de chegada, complicando o sprint final. Não foi fácil, em uma subida, desviar da galera, que geralmente escolhe o meio da pista para caminhar. Mas, tudo certo, pois o que vale é a festa.

Eu e Alexandre, na chegada
Minha corrida - Fiz uma prova tranquila, sem focar muito no tempo. Parei em dois momentos para bater fotos para o E AÍ CORREDOR de tão relaxado que corri. Não tive problemas na descida nem na subida e corri super bem. No final, cruzei a linha de chegada com o meu amigo da Equipe X, o Alexandre, o que foi uma alegria maior. É legal chegar junto com um amigo. Na verdade, o único problema foi desviar dos caminhantes, muitos na prova. Mas isso é normal em qualquer corrida. Mesmo na meia da Disney tivemos que encarar este pequeno e divertido obstáculo.

A medalha
Meu tempo foi de 49min32, bom para os 10 km e para quem parou para tirar fotos. Bem, eu fiquei satisfeito. O percurso para mim é um dos mais gostosos de correr. E, com esta prova, já completei, entre corridas oficiais e Sem Compromisso, 51 km no ano. E vem muita mais por aí.

Enfim, a Corrida de Reis mostrou mais uma vez por que é a prova mais popular de Brasília. Gratuita e muito bem organizada, com uma bela medalha e tudo bem planejado. Valeu!

Boas passadas.

2 comentários:

Ana Regina disse...

Parabéns por mais essa.
Gosto muito da Corrida de Reis.
É um bom jeito de começar a temporada de corridas, apesar desse ano ser minha terceira corrida.
Gostei do teu texto.
1 abraço e 1 sorriso
Ana Regina

Luiz Souza disse...

Olá Caíque.
Pelo relato uma prova bem bacana mesmo. E você corre bem mesmo né garoto?

A medalha é bem desenhada também

Abraços

Corridas do Luizz