quarta-feira, 26 de junho de 2013

NO MEIO DO TREINO APARECEU A FILA NIGHT RACE

E aí, Corredor?!


Os treinos para a Maratona do Rio continuam firmes, fortes e longos. E no sábado passado, dia 22, a planilha recomendava de 22 a 25 km, no tempo run, além de 4k leve.


Como tinha uma corrida nova em Brasília neste dia, a Fila Night Race, resolvemos - eu, Sérgio, Grace, Thaís e Rafael, os maratonistas da Equipe X - encarar os 10k a prova e ainda correr pelo menos mais 10. Conosco, outros amigos equipe e, entre eles, Nati e Gislene, que também vão encarar a Maratona no Rio mas que treinaram na manhã do sábado.


Bem, eu simplesmente não consegui correr  a quilometragem recomendada e acabei fazendo apenas 19km. Cheguei cedo demais ao local da largada e fiquei com receio dos cones de segurança não terem sido colocados, o que impediria que eu fizesse uma corrida antes. Além disso, uma manifestação em Brasília fez com que os organizadores resolvessem reduzir o percurso, que ficou restrito ao Eixo Monumental, altura do Palácio do Buriti, indo até a Catedral Rainha da Paz com distância de 5 km. Aí, a preguiça bateu e fazer duas voltas antes de começar a corrida não deu (rss).

Quando comecei a correr, fiz antes da prova 9k. Thaís e Rafael também fizeram, mas correram mais, o que a planilha recomendava. Eu fiquei nos 19 km mesmo. Sérgio e Grace eu encontrei durante a corrida, já na segunda volta.

Mas para compensar, no dia seguinte encarei mais de 42 km de bike. 


Fila Night Race - a prova impressionou trazendo muitas inovações. A organização foi muito boa e, mesmo tendo que mudar repentinamente o percurso por conta das manifestações que acontecem na cidade e em todo o país, o percurso ficou desafiante, com muitas subidas boas e descidas reconfortantes.


O kit foi perfeito, com uma bela camisa de manga longa em malha própria para corrida, além de cinta para colocar números de corrida, um bracelete para iluminar em corridas noturnas foram os diferenciais. O preço é o básico das corridas boas atualmente: R$ 95,00.

Mas, em relação a Fila Night Run, prova que a fabricante de material esportivo patrocinava desde o ano passado, só faltou a festa, com o show de uma banda ao vivo, para os atletas curtirem o resto da noite depois da corrida.


O percurso foi todo desenhado para acontecer no Eixo Monumental, com largada em frente ao Palácio do Buriti, sede do governo local. Dali, subida até o Memorial JK, depois uma descida gostosa até a Catedral Rainha da Paz e depois a volta, mais de 2k de subida até o Memorial para descermos depois até o local da chegada. Para os 10k tivemos que encarar este percurso duas vezes.


Minha corrida - cheguei cedo junto com a turma para fazermos um trecho do nosso treino antes, com a segurança dos cones da prova. Só que o fato de terem reduzido a distância me deixou confuso e, como cheguei mais cedo que a turma, fiquei receoso de já começar a correr e não ter ainda os cones. Acabei fazendo mais tarde, com uns 40 minutos antes da largada oficial da corrida. Corri 9k antes, rodando uns 2k na reta da largada com medo de a prova começar e eu não estar lá. Os outros 10k fiz na prova.


Foi a minha melhor performance nos treinos. Corri bem, tranquilo, encarando as subidas sem muito cansaço, mesmo depois de já ter rodado 9k. Apesar de ter esquecido o gel de carboidrato, que Thais me socorreu me dando um dos seus, levei a taurina, recomendação de um nutricionista, que usei no longão de 38k e agora, o que parece ter dado resultado. A taurina ajuda para dar mais força e melhora o desempenho. Mas nada de beber sem recomendação certo, galera!


Como mencionei, os primeiros 9k fiz, inicialmente, sozinho e depois, em boa parte, acompanhado de Rafael e Thaís, companheiros maratonistas da Equipe X. Fui da largada até depois da Catedral, voltando no final dos cones descendo. Depois, na volta, no meio do caminho mais ou menos, encontrei rafa e Thaís, passando a acompanhá-los. Assim, voltei até o ponto final dos cones e depois subimos até o local da largada da prova.

Daí, nos separamos. Thaís deu uma parada e Rafa, que tinha a missão de fazer pelo menos 30k, seguiu correndo o percurso de novo. Eu fiquei dando voltas na reta da largada, com medo de perder o momento da mesma. Nessa brincadeira, corri pelo menos 1,5k.

Daí foi a hora da prova. Larguei lá atrás, bem no final, tendo que passar por vários corredores que estavam mais lentos. Alguns já caminhavam nos primeiros metros da prova. E como tínhamos apenas duas faixas de pista para correr, ficou tudo meio apertado, já que eram muitos corredores - cerca de 3 mil pelo menos. Assim, o primeiro quilômetro foi bem complicado, mas logo depois do Memorial JK ficou mais fácil correr, o que tornou-se melhor ainda na subida de volta e já na segunda volta a pista já tinha bem menos corredores, a maioria havia optado pelos 5k.

Maratona do Rio está chegando
Completada a segunda volta e os 19k resolvi parar, por que no dia seguinte tinha combinado com Aline e Ivan um pedal longo, meu recorde até aqui. Foram mais de 42k no domingo pedalando pelo Eixão e Eixo Monumental, fazendo o desenho do avião. Bem interessante mesmo.



Tudo certo e vamos que vamos, rumo a Maratona carioca!

Boas passadas.







4 comentários:

ivana. disse...

Bons treinos, amigo ! Meu carinho e uma excelente semana.

Helena Clebsch Vidal disse...

Caique, parabéns pelo treino. Correr em voltas realmente não é tão estimulante. Parabéns pela prova e foco nos treinos!!

Helena
correndodebemcomavida.blogspot.com
@Correndodebem

Ajb disse...

Grande blog Carlos ! :)

muito interessante , com muita informação e relatos muito bem escritos...

obrigado pela partilha , corredor :D


abraço de Portugal

Artur B

Sérgio disse...

Kit muito show. Camisa das mais bonitas e dispositivo de luz muito legal.