segunda-feira, 20 de agosto de 2012

CORRIDAS MALUCAS PELO MUNDO

The Collor Run, uma das corridas mais malucas,
e divertidas, que acontecem pelo mundo
E aí, Corredor?!

A revista Runners World, em seu site, listou algumas das corridas mais malucas que acontecem pelo mundo. E não são poucas não. Vai de mulheres correndo de salto alto até peladões. Listei as que achei mais bizarras entre as bizarras. Se quiser encarar, vai fundo.

Texto e agradecimentos: Runners World (http://runnersworld.abril.com.br/ )

RUN FOR YOUR LIVES
Ao longo de 5 km de trilhas no mato, voluntários vestidos de zumbis perseguem os corredores, que têm pequenas bandeiras presas à cintura. Não basta chegar ao final, é preciso não perder todas as bandeiras — se isso acontecer, o corredor se junta à horda de zumbis, de forma que o número de perseguidores aumenta ao longo do trajeto. Assim, a tarefa fica mais difícil para quem sobra. O evento foi criado nos Estados Unidos em 2011 e acontece em 13 etapas, de março a dezembro. (http://runforyourlives.com/)

CORRIDA DE SALTO ALTO
Realizada desde 2011, no estacionamento de um shopping em São Paulo, a prova exige que as participantes usem salto de pelo menos 7 cm. Vence quem cumprir o trajeto de 100 metros. Quem chega em primeiro lugar leva 1 000 reais em vale-compras. Esse tipo de prova é mania na Europa: competições semelhantes são realizadas na Eslovênia, Irlanda, Noruega e Rússia. Na Holanda, a participação de drag queens é autorizada. Por ironia — ou oportunismo —, o patrocinador da prova realizada no Brasil é um fabricante de produtos para bolhas nos pés. (http://www.corridadesaltoalto.com.br/)

COLOR RUN
Para participar desta prova popular, que acontece em 44 cidades dos Estados Unidos há 11 anos, todos correm vestindo branco. A obrigação não é casual: a cada um dos 5 km do trajeto, a organização joga pó colorido nos participantes. Primeiro amarelo, depois azul, verde, roxo e rosa. A organização garante que as tintas são 100% naturais e não oferecem riscos à saúde. Ao fim, todos chegam pintados de várias cores, dos pés à cabeça. (http://thecolorrun.com/)

THE ULTIMATE MUD RUN
A mais tradicional corrida norte-americana na lama é realizada há seis anos em 12 cidades. Todas as provas acontecem na lama, com 25 obstáculos (como escalada em paredes, trechos em mata fechada, parte do percurso em rios). Os 11 km do trajeto são iluminados por tochas e lâmpadas. O objetivo é fazer os corredores se sentirem em um treino militar. A linha de chegada é uma grande poça de lama, na qual é preciso se jogar e nadar para finalizar o percurso. (http://www.ultimatemudrun.com/)

BOOM DAYS PACK BURRO RACE
Ao longo de um trajeto montanhoso de 35 km em Leadville, Colorado (EUA), os participantes correm ao lado de seus burros ou jumentos. Não é permitido montar nos animais, mas os atletas são obrigados a cruzar a linha de chegada com os bichos. Ela foi criada há 64 anos com o objetivo de homenagear os mineradores da região, que, no século 19, ao fim do expediente, brincavam com seus burros organizando corridas festivas. (http://www.packburroracing.com/)

BARE YO BREAKERS
Realizada em paralelo à tradicional maratona Bay to Breakers, só aceita participantes que correm pelados durante os 12 km. O exemplo gerou outras provas pelo país, a exemplo da Bare Buns Fun Run, em Washington. (http://www.baretobreakers.com/)

NEW YORK CITY PIZZA RUN
A prova exige que o corredor consuma uma cota obrigatória, que consiste em 3 pedaços de pizza por posto. O trajeto da prova tem 3,6 km e em 2012 vai passar pela região de East Village, recheada de pizzarias. (http://nycpizzarun.com/

DRINK AND RUN 
Há nove anos, mais de 1 000 participantes correm pelas ruas de São Paulo. O trajeto de 6 km passa por uma série de bares e, em geral, conta com cinco postos de "hidratação": em cada um, o atleta tem que beber um chope. A organização proíbe estritamente urinar em via pública, bem como sentar nos bares e dizer "eu te considero pra caramba" (depois do terceiro copo, essa última regra é difícil de ser cumprida...) (http://www.drinkandrun.com/home.asp)

THE COOPER'S HILL CHEESE ROLLING AND WAKE
Há 200 anos, o objetivo é atacar os queijos típicos da cidade inglesa de Gloucester. Os cerca de 500 concorrentes ficam enfileirados no alto de uma colina e um grande pedaço de queijo é lançado. Vence quem o alcançar primeiro, ou então ultrapassar a linha de chegada — a primeira opção nunca acontece, porque o prêmio chega a alcançar 110 km/h. Todos os anos, muitos competidores se machucam gravemente enquanto correm morro abaixo. (http://www.cheese-rolling.co.uk/)

Quer conhecer outras? Acesse o site da Revista Runners, clicando aqui.

Fonte: Runners World

3 comentários:

Anônimo disse...

A notícia boa para quem estiver afim de encarar uma dessas corridas malucas sem ter que viajar para muito longe é que a corrida das cores vai rolar por aqui e vai passar por muitas capitais brasileiras, a primeira será em Vitória ainda nesse ano, as informações estão lá no site da corrida www.corridadascores.com

Luiz Souza disse...

Deu até vontade de participar de algumas dessas.
Bem, tem loco para tudo, não é mesmo?
Abraços

Caique (Carlos Henrique) disse...

Fala gente

Olha aí a dica do nosso amigo, anônimo. Corridas das cores no Brasil este ano, começando por vitória. Maneiro.

E, Luiz, estas são apenas algumas. Deve ter muitas outras por aí.

Boas passadas.